vinimoreira.com.br
e-mail: contato@vinimoreira.com.br

Livro - A Mão esquerda de Deus.


Ola, garotos e garotas.
Espero que todos já tenham lido o livro "A Mão Esquerda de Deus". Porque aqueles que não leram estão perdendo uma história excelente. Nada de magia, vampiros, anjos ou demônios, esta historia fala sobre um garoto... Um garoto muito especial, seu nome é Thomas Cale, A Mão Esquerda de Deus.

A historia começa no Santuário dos Redentores, onde garotos jovens são criados e educados, sem saber oque há do outro lado dos imensos portões, eles desconhecem a vida, mas tem habilidades especificas que ganharam em seus treinamentos. Sempre observados pelos redentores e os Grandes Lordes, que oprimem e levam os garotos a condições desumanas, para atingir seus objetivos insanos.
Um dos garotos que são treinados ali é Thomas Cale, ele não sabe bem quantos anos tem, se 14 ou 15, já que esteve la desde bebe. Mas Cale tem um diferencial, uma habilidade absurda para matar e não vai ficar para sempre preso pelos muros do Santuário. Uma vez fora, ele nunca voltará a ser o mesmo, e os redentores vão pagar por isso.



Admito que não foi criado exatamente um universo para a historia, existem pontos vagos mas nada que tire o prazer da leitura, porque eu li e achei fantástico, todos os jogos intelectuais, as estrategias de guerra, os romances e principalmente os personagens, que são extremamente carismáticos, dando todo um poder a historia e assim fazendo dela uma das mais prazerosas leituras que tenho feito.

O cenário da trama é desolador. Habitado por meninos que foram levados para lá muito novos e geralmente contra a sua vontade, o Santuário dos Redentores é uma mistura de prisão, monastério e campo de treinamento militar. Lá, esses milhares de garotos são submetidos a uma sádica preparação para lutar contra hereges que vivem nas redondezas. A intenção dos Lordes Opressores, os monges que protegem o lugar, é fortalecer os internos tanto física quanto emocionalmente, preparando-os para uma monstruosa guerra entre o bem e o mal.

A Mão Esquerda de Deus não é um livro particularmente escrito para o público jovem, segundo acredita Paul Hoffman. "Fiquei surpreso ao ver que o livro foi tão bem recebido por essa faixa etária. Não esperava que uma história com tanto sofrimento e crueldade fosse agradar tanto aos jovens, não escrevi pensando exatamente neles. Minha ideia era desenvolver uma trama onde eu pudesse reviver e reinventar aspectos da minha infância. Queria ter a liberdade para amplificar as minhas sensações sobre esse período 40 anos depois de tê-lo vivido e foi bem divertido".

Sucesso de público e vendas na Inglaterra, A Mão Esquerda de Deus resgata a atmosfera de clássicos como O Nome de Rosa, de Umberto Eco e O Senhor dos Anéis, de Tolkien, misturando elementos de história medieval com um ritmo ágil e contemporâneo. "Embora estejamos falando de um lugar que não existe, o Santuário dos Redentores facilmente se identifica com o cenário de miséria e dissolução existencial que presenciamos no mundo real. É uma história que pode se passar em qualquer lugar do mundo, em qualquer época e que mostra reações humanas inexoráveis", explica Paul Hoffman.

Os birutas recomendam!
Abraços!
o/







0 Pessoas deixaram um comentário? o_O: